fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Agora no Vale 728x90px

Os primeiros mil dias da criança e sua importância para a saúde bucal


Por Redação / Agora no Vale Publicado 14/11/2018
 Tempo de leitura estimado: 00:00
  • Agora-No-Vale—Banner-Forquetinha—Aniversário-28-anosDESK

Esse é considerado um período de ouro, pois muito do que a criança vira a ser está relacionado com esse começo de vida.

Os primeiros mil dias de vida correspondem aos 270 dias de gestação somados aos 365 dias do primeiro ano e mais os 365 dias do segundo ano. Esse é considerado um período de ouro, pois muito do que a criança vira a ser está relacionado com esse começo de vida.

Hoje, sabemos que muitas adversidades afetam a saúde do bebê. Sabemos também, que filhos de grávidas que tiveram uma alimentação rica em açúcares e carboidratos terão maior risco de obesidade, diabetes, problemas cardíacos e cárie.

Por outro lado, a gestante que tem hábitos saudáveis, uma alimentação mais natural e equilibrada, assegura melhores condições de saúde para o bebê, além de influenciar positivamente o paladar da criança, que começa a se desenvolver na vida intrauterina. É importante ressaltar que o paladar continua a se formar e se adaptar após o nascimento, com as exposições repetidas. Portanto, recomenda-se não ingerir açúcar antes dos dois anos de idade.

Nas primeiras semanas de gravidez inicia a formação da face e dos dentes. Nessa fase, vários fatores como o uso de medicamentos sem prescrição, consumo de álcool, cigarro, doenças infecciosas e alimentação desequilibrada, podem interferir no processo de formação e mineralização dos dentes.

É aí que entra a importância de se fazer o pré-natal odontológico, que será o tema da próxima coluna.

Um grande abraço e até lá!

Cirurgiã Dentista, Janaína Duarte
No facebook procure: Janaina Duarte Cirurgiã Dentista
E no instagram: janainaduarteorto 
celular/WhatsApp 98137-0250, em Lajeado 3714-3482 e em Encantado 3751-1960