fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Sicredi Agora no Vale 728x90px

Coincidências Históricas: Enchentes de 1941 e 2024 seguidas por onda de frio intenso


Por Redação / Agora no Vale Publicado 19/05/2024
Ouvir: 00:00
  • Agora-No-Vale—Banner-Forquetinha—Institucional-WhatsappDESKTOP

As grandes enchentes de 2024 trouxeram à tona memórias de um evento climático similar ocorrido 83 anos atrás, em 1941, quando o Vale do Taquari, Porto Alegre e cidades da Serra gaúcha enfrentaram adversidades extremas. Naquele ano, algumas regiões do estado estavam submersas, enquanto a Serra era coberta de neve. Agora, após o recuo das águas em 2024, as temperaturas despencaram, castigando todas as regiões do estado com um frio intenso, embora não tenha nevado.

Vale do Taquari em 1941 e 2024

No Vale do Taquari, a enchente de 1941 foi considerada a maior da história por muito tempo. Em 2024, novamente no mês de maio, os níveis do rio Taquari subiram drasticamente, resultando em uma enchente histórica que afetou também Porto Alegre e a região metropolitana. As coincidências entre os eventos de 1941 e 2024 ressaltam os padrões recorrentes de desastres naturais na região.

A Enchente de 1941

Em maio de 1941, moradores do Vale do Taquari ainda limpavam suas cidades e Porto Alegre ainda lutava contra bairros inundados, enquanto a neve surpreendia as cidades da Serra gaúcha no final do mês. Moradores tiveram que limpar o telhado de suas casas para evitar desabamentos. Crianças e adultos se divertiam, construindo grandes bonecos de neve.

Os caxienses acordaram com a neve na porta de casa. A Praça Dante Alighieri, no centro da cidade, estava totalmente branca, com as árvores desgalhadas pelo peso da neve. Parte do telhado da prefeitura de Caxias do Sul desabou. O jornal local A Época relatou uma altura média de neve de 25 centímetros.

neve-agora no vale-serra-enchente de 1941
Reno Mancuso / Arquivo Família Mancuso,divulgação,e blog www.caxiaspormancuso.blogspot.com

O Frio Pós-Enchentes de 2024

Em 2024, após dias de chuvas intensas que provocaram grandes enchentes no estado, as águas finalmente recuaram. Contudo, as temperaturas despencaram, não chegando a nevar, mas impondo um frio rigoroso que afeta especialmente aqueles que perderam tudo e agora dependem de abrigos. Nos últimos dias, as temperaturas no Rio Grande do Sul apresentaram uma queda significativa: as mínimas caíram de 21ºC no dia 7 de maio para 6ºC nos dias 15 e 16 de maio, uma queda de 15ºC em poucos dias.

Foto arquivo