A Brigada Militar autuou dois condutores, durante a segunda-feira, por dirigirem sob influência do álcool; ações ocorreram nos bairros Teutônia e Centro Administrativo

A Brigada Militar de Teutônia prendeu dos condutores por direção sob influência do álcool, durante esta segunda-feira, na área urbana no município. As abordagens ocorreram nos bairros Teutônia e Centro Administrativo. O primeiro registro ocorreu por volta das 16h45, quando a guarnição de serviço foi despachada pela sala de operações para atendimento de uma ocorrência de acidente de trânsito.

Chegando ao local de imediato percebeu-se que havia um motorista embriagado, conduzindo um Fiat Uno. A condutora do outro veículo envolvido no acidente relatou que o acusado atravessou a via preferencial vindo a colidir no seu veículo. Em abordagem, o homem de 31 anos que tem antecedentes criminais por injúria e lesão corporal. Ele fez o teste do bafômetro e na primeira verificação foi constatado 0,96 mg/l, e após 40 minutos, em nova verificação, foi constatado o valor de 0,64 mg/l. O acidente de trânsito foi apenas com danos materiais.

O veículo Fiat Uno foi recolhido administrativamente por licenciamento vencido. Após os fatos, o acusado foi encaminhado ao Hospital Ouro Branco e apresentado na Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) de Lajeado, por determinação da autoridade policial, foi determinado o valor da fiança de R$ 2.000,00. A fiança não foi paga até o momento.

O segundo registro foi no Bairro Centro Administrativo, por volta das 19h30, quando a guarnição de serviço foi averiguar a denúncia de um veículo que fazia manobras perigosas na Vila Popular. Os policiais identificaram um automóvel trafegando em alta velocidade pela ERS-128 (Via Láctea), fazendo o retorno da Vila Popular.

Em seguida foi possível ver que o veículo estava parado em meio a via. Ao se aproximar percebeu-se que o pneu dianteiro esquerdo estava furado e o para-choque dianteiro danificado, visto ter colidido junto ao cordão central da via.

Em abordagem ao condutor, também de 31 anos e com antecedentes por furto e posse de entorpecentes, ele demonstrava sinais de embriaguez. A guarnição quis fazer o teste do etilômetro, porém o condutor negou-se a realizá-lo. Então o acusado foi conduzido até ao Hospital Ouro Branco, e posterior a DPPA de Lajeado, onde a autoridade policial determinou a confecção de registro simples de ocorrência.