fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Agora no Vale 728x90px
  • Agora No Vale – Banner Site Anuncie Conosco 728x90px

Sequência do Loteamento Popular de Cruzeiro do Sul receberá 20 casas do Governo do Estado

As unidades habitacionais serão para atingidos pela enchente


Por Redação Publicado 08/07/2024
Ouvir: 00:00
  • Agora No Vale – Banner Site Anuncie Conosco 728x90px
loteamento
Área de futuro loteamento em Cruzeiro do Sul

Os moradores de Cruzeiro do Sul atingidos pela enchente receberam mais uma boa notícia nesta segunda-feira (08). Esta sendo dado sequência ao preparo da área de terras que receberá unidades habitacionais vindas do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Os imóveis serão direcionados para famílias atingidas pela enchente.

Segundo informações, na última semana foi feito o levantamento da curva de nível para o projeto de arruamento e localização dos lotes. Serão 20 terrenos, com média de 250 metros quadrados cada, na sequência do Loteamento Popular, no Bairro Rosa.

O próximo passo será o estaqueamento das ruas e a terraplenagem para a divisão dos lotes. A área utiliza a sequência da Rua Carlos Walter Haenssgen, e mais uma via nova (R) que será criada. Lembrando que os profissionais também trabalham em toda a regularização dos lotes perante o registro de imóveis. Depois de pronta a parte que cabe ao município, o Governo do Estado iniciará a colocação das 20 casas, as quais foram prometidas depois da enchente de setembro de 2023.

O governo gaúcho, com auxílio de uma empresa, prometeu novas doações depois da cheia de maio deste ano. Serão mais 120 unidades habitacionais para Cruzeiro do Sul. Estas serão instaladas em uma área localizada no Bairro São Gabriel (100) e no Loteamento Nova Esperança, no Bairro Célia (20).

Lembrando que o município ainda receberá em torno de 200 casas que serão doadas por empresários da região de Pomerode-SC, assim como, outras 75 moradias do governo federal, também prometidas depois da enchente de setembro do ano passado.