fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Sicredi Agora no Vale 728x90px

“O amor não está nos olhos, está no coração”


Por Redação / Agora no Vale Publicado 02/06/2019
 Tempo de leitura estimado: 00:00
  • Agora-No-Vale—Banner-Forquetinha—Institucional-WhatsappDESKTOP

Hoje contamos a história de amor de Orlei da Costa e Suzana das Graças Amaro, ambos não enxergam

Com a chegada do Dia dos Namorados, a loja Basic Store, de Lajeado, conta histórias de casais da região para mostrar o sentido amplo do dia 12 de junho. Desta vez, apresentamos uma união que inspira pela superação de desafios. Orlei da Costa, 48, natural de Boqueirão do Leão, e a paranaense Suzana das Graças Amaro, 34, dividem um apartamento e uma rotina com obstáculos em Venâncio Aires. Ambos perderam a visão.

Ela alguns dias após o nascimento, devido à luz da incubadora que lhe danificou para sempre os olhos. Ele, gradativamente dos 17 aos 19 anos, por um problema genético. “A gente divide experiências para se ajudar e aprender”, relata Costa, que preside a Associação dos Pais e Amigos dos Deficientes Visuais (Apadev), de Lajeado. 

O casal se encontrou em 2012, em um evento sobre tecnologia e acessibilidade em prol dos deficientes visuais, em Santa Catarina. Alguns meses depois eles trocaram mensagens por e-mail, graças à adaptação do leitor de tela. “No início era para ser só amizade, mas percebemos que tínhamos várias coisas em comum”, relata Suzana. Não demorou para ele ir ao Paraná conhecer a nova família, e menos de um ano depois se casaram.

Eles relatam que já foram questionados sobre por que decidiram ficar juntos, e como passaram a gostar um do outro por não conhecerem a aparência. “Sempre digo que no meu entendimento o amor não está nos olhos, está no coração”, relata Costa. “Existe mais de uma forma de enxergar as pessoas”. 

Em casa aprenderam a dominar os afazer necessários sem a ajuda externa. Porém, sobram problemas de infraestrutura das ruas e falta sensibilidade e adaptação por parte do mercado de trabalho. Costa é formado em Direito, e Suzana em Pedagogia, mas ambos estão desempregados e vivem de pensão. 

Quatro anos trancado em casa
Costa enxergava até os 17 anos e meio, quando ficou cego do olho direito em poucos meses. Um ano depois, quando nasceu a filha (do casamento de então), perdeu o restante da visão. “Foi muito difícil. Fiquei quatro anos trancado dentro de casa, e pensei até em tirar a própria vida”, relata Costa. Ele conta que a fé e o amor pela filha e o filho, que nasceu na sequência, lhe deram forças para encarar a nova realidade.

Certo dia, sonhou com a filha, e ali pode vê-la conforme sua imaginação. “Acordei chorando, pois queria continuar a poder ver minha filha, mas quando disseram que a descrição que dei a ela era exata, entendi que aquilo foi algo de Deus”. Depois de dez anos casado, se divorciou e ficou com a guarda dos filhos, passando a cuidar deles sozinho. Hoje, o filho mora em Bom Retiro do Sul e a filha em Garibaldi. 

Casal ganhou vale presentes
Costa e Suzana ganharam um vale-compras da loja Basic Store, localizada na Rua Pinheiro Machado, no centro de Lajeado. Como estão habituados a Lajeado pelos compromissos com a associação, já se localizam por lá. Ela já adianta que vai procurar um acessório. 

A lista de opções é extensa, entre vestuário e acessórios para o dia a dia, muitos deles confeccionados por fábrica própria. No caso da família de Teutônia, há muitas opções de roupas com estampas que combinam para os pais e filhos, na linha família.

A loja ainda trabalha com a linha básica feminina, como blusas, vestidos, saias, calças variadas, tops e macacões; regatas e camisetas masculinas; linha gestante, com praticamente todos os produtos que elas precisam para usar durante a gestação, desde o pijama, vestidos e calças específicos, em todas as áreas; linha lactante, com uma série de produtos para amamentação, como blusas e vestidos que garantem maior privacidade durante a amamentação; Linha praia, com várias opções de biquínis e maiôs durante todo o ano; pijamas quentinhos, agora em especial para o inverno; e ainda os produtos e acessórios, como calçados, cintos, colares e outras opções. 

Compras pela internet
Os clientes também têm acesso às compras pela internet. Podem optar pelos produtos de vestuário e acessórios ou até mesmo vales-presentes. Acesse: https://www.lojasbasicstore.com.br/

Campanha do Dia dos Namorados
Nos comentários do Facebook, marque seu companheiro (a) e conte como vocês se conhecerem. A melhores histórias serão divulgadas na página de Facebook da loja Basic Store, e a mais curtida ganhará o vale-presente de R$ 100.

por Leonardo Heisler
redacao@agoranovale.com.br

Contatos da Basic Store
(51) 3729-7111
No facebook (clique aqui
No instagram (clique aqui)
No site (clique aqui)
email: atendimento@lojasbasicstore.com.br
Endereço: Rua Pinheiro Machado, 243, no centro de Lajeado.