fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Sicredi Agora no Vale 728x90px

Inadimplência segue na casa dos 22% em Lajeado


Por Redação / Agora no Vale Publicado 15/02/2019
 Tempo de leitura estimado: 00:00
  • Agora-No-Vale—Banner-Forquetinha—Institucional-WhatsappDESKTOP

Com base no acompanhamento feito pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Lajeado, o mês de fevereiro segue com um cenário de inadimplência praticamente igual

O começo do ano costuma ser marcado por muitos compromissos financeiros para os consumidores. Impostos como IPVA e IPTU, férias e material escolar exigem organização e controle para não haver endividamento. Com base no acompanhamento feito pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Lajeado, o mês de fevereiro segue com um cenário de inadimplência praticamente igual ao de janeiro no comércio da cidade.

O banco de dados da Boa Vista Serviços apontou, em 11 de fevereiro, que dos 58.891 CPF’s de pessoas maiores de 18 anos ativos na Receita Federal, 13.354 estavam com alguma restrição no Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), o que equivale a 22,7%. No mês passado esse percentual era de 22,6%. O número é inferior aos 29,2% registrados no Rio Grande do Sul.
 

No que se refere ao perfil dos devedores do município, a maioria continua sendo do sexo masculino (50,7%) e recebendo entre um e dois salários mínimos (51,8%), porém a faixa dos 25 a 29 anos (14,6%) agora prevalece. No estado, o perfil de renda é o mesmo, mas a maioria são mulheres (51%) com idades entre 35 e 39 anos.