fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Agora no Vale 728x90px Programa Fazer Juntos

Famílias e alunos de escola estadual em Lajeado reclamam da falta de aulas e de professores


Por Redação / Agora no Vale Publicado 15/03/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
  • Agora-No-Vale—Banner-Forquetinha—Aniversário-28-anosDESK
ericoverissimo-lajeado-agoranovale

Lajeado – A comunidade escolar da Escola Estadual Érico Veríssimo, em Lajeado, está enfrentando um desafio preocupante: a falta de professores. Segundo relatos de alunos e famílias, há semanas que as aulas estão sendo comprometidas, afetando estudantes do primeiro ao terceiro ano do ensino médio.

De acordo com os alunos, aproximadamente 10 professores estão faltando, impactando diversas disciplinas. “Vários dias são enviados bilhetes com alunos avisando que no dia seguinte não terá aula. E como faremos para recuperar esses conteúdo e nos prepararmos para vestibulares?”, relata um estudante. A situação é particularmente preocupante para os alunos do terceiro ano, que estão se preparando para o ENEM.

A coordenadora regional da Educação, Cássia Cristina Benini, informou que as solicitações para suprir a falta de professores estão tramitando junto à Secretaria de Educação do Estado (SEDUC). “Estamos com as solicitações da falta dos professores tramitando junto à SEDUC. Recebemos ligações dos pais e imediatamente contatamos com o Diretor para sanar esta situação,” afirma Benini.

Conforme a Ordem de Serviço 02/2014, enviada pela Secretaria de Educação, é vedada a dispensa de alunos na ausência de professores. Cássia alega que a direção da escola terá que administrar a situação, com sua equipe diretiva, supervisão e orientação atuando com as turmas em sala de aula.

Quando questionada sobre a solução para o problema, a coordenadora esclareceu que os pedidos para novas contratações estão sendo processados para uma resolução o mais breve possível. Prazos e datas para a situação se regularizar não foram anunciadas.

A direção da escola foi procurada para comentar sobre o assunto, mas não foi possível estabelecer contato.

A falta de professores é um problema que afeta não apenas o aprendizado dos alunos, mas também o planejamento de suas futuras carreiras, especialmente para aqueles que almejam ingressar no ensino superior. A comunidade espera uma solução rápida para que o ensino não seja prejudicado.

VEJA ALGUNS BILHETES ENVIADOS SÓ NESTA SEMANA