fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

BJA Consórcios indica 5 formas de lucrar com a carta de crédito


Por Redação / Agora no Vale Publicado 01/06/2019
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Diretor da empresa de Lajeado, Ademir Luis Bergjohann fala sobre como investir em consórcios pode garantir o aumento do patrimônio

Para quem não tem dinheiro suficiente e pressa para comprar carro ou imóvel à vista, ou pretende investir com segurança sem abrir mão de suas economias, fazer um consórcio é mais vantajoso do que financiar, e ainda garante a disciplina necessária para expandir o patrimônio.

De acordo com o diretor da BJA Consórcios de Lajeado, Ademir Luis Bergjohann, optar pelo consórcio torna-se barato e com baixo risco, pois a cada mês paga-se uma parcela pré-definida com a garantia de um benefício futuro.
A empresa que atende na rua Arthur Bernardes, no Bairro São Cristóvão, trabalha exclusivamente em parceria com a HS Consórcios, que tem vantagens e formações de grupos ideias para o investimento, como a possibilidade de pagamento da meia-parcela. “Nós temos uma forma segura de investir o seu dinheiro – aquele de que você tem disponibilidade de investir todo mês – e ainda assim realizar os seus sonhos”.

O empresário relata que a BJA Consórcios tem um leque de cotas bastante variado para o investidor, e a consultoria da empresa auxilia na melhor escolha para cada perfil.   “Existem pessoas que ganham a vida com isso, e fazem várias cotas para investir”. Ele informa que muitos investidores optam pelo consórcio para mais tarde venderem o crédito contemplado, e nisso conseguem ganhar um valor até oito vezes maior do que pagaram nas parcelas. Isso porque quem compra a carta de crédito contemplada, mesmo desembolsando uma quantia de entrada maior, ainda assim pagam relativamente menos do que pagariam por um financiamento.

Por outro lado, outros investidores fazem cartas de créditos, e em vez de vender fazem aumento de patrimônio. “Compram imóveis ou algum outro bem para alugar. Bens que dão rendimento, que vão se pagando com o tempo”. No caso do imóvel o próprio aluguel pode ir cobrindo e pagamento a parcela mensal do consórcio.


Como funciona o consórcio

No consórcio não há cobrança de juros, e por isso o custo é menor do que em relação outras modalidades de contratação de crédito, como o financiamento. Também há maior flexibilidade quanto ao número de parcelas e quanto à finalidade da aplicação do crédito.

Ao fazer esse tipo de negócio, o consumidor entra em um grupo, administrado por uma empresa fiscalizada pelo Banco Central, que se reúne com o objetivo de formar uma poupança. Os integrantes pagam parcelas mensais e, a cada mês, um deles é sorteado e recebe a chamada “carta de crédito” para adquirir o bem – carro ou imóvel – e até construção e reforma.

Se quiser antecipar a sua vez, a cada mês o comprador pode dar um lance, ou seja, antecipar parcelas. Ou até mesmo ingressar em um grupo já em andamento, e ressarcir as parcelas anteriores com a própria carta de crédito contemplada.

Diferente de um financiamento, no consórcio o consumidor não paga juros, mas sim taxa de administração, o que diminui o custo do crédito de forma considerável.


5 formas de ganhar dinheiro com a carta de crédito

– Vender a carta de crédito contemplada: é possível investir em diferentes cotas de consórcio com o objetivo de, após a contemplação, vender a carta de crédito. Isso pode garantir até oito vezes retorno do que a soma das parcelas pagas até então.

– Adquirir um bem e deixá-lo para locação. Ganha na valorização do imóvel e na locação, que poderá pagar as parcelas do consórcio.

– Construir (se tiver conhecimento do risco envolvido), onde tem o ganho financeiro da construção, da valorização do imóvel e da locação que pode bancar a parcela do consórcio.

– Em parceria com alguma incorporadora, pode-se juntar vários créditos menores e investir na construção (usufruindo o know-how da incorporadora para este mercado).

– Com a carta de crédito contemplada, a compra será realizada na condição à vista, levando em consideração que a administradora fará a transferência do valor do crédito integralmente e diretamente para o vendedor. Isso permite e confere ao consorciado, o poder de barganhar condições de aquisição mais favoráveis ou descontos.


Contatos

(51) 3729-7488
 bja@bjaconsorcios.com.br
 http://www.bjaconsorcios.com.br
 no facebook (clique aqui)

por Leonardo Heisler
redacao@agoranovale.com.br