fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Sicredi Agora no Vale 728x90px

Acupuntura em equinos: veterinária se especializa em terapias alternativas


Por Redação / Agora no Vale Publicado 05/06/2019
 Tempo de leitura estimado: 00:00
  • Agora-No-Vale—Banner-Forquetinha—Institucional-WhatsappDESKTOP

Natural de Cruzeiro do Sul, onde desenvolveu o apreço pelos animais, Josiani Silva atende propriedades em diversas regiões do estado

A médica veterinária Josiani Silva se especializou em terapias alternativas para equinos, como pilates e alongamentos, acupuntura, e ainda técnicas pouco convencionais, como moxabustão, laserterapia, ventosaterapia, ozonioterapia, kinesioterapia e crioterapias (veja a descrição abaixo). Tudo aliado com o tratamento convencional. “É conforme o animal, pois cada um é único em seus padrões de elementos e síndromes”, relata. 

Ela cresceu em Cruzeiro do Sul, onde desenvolveu o apreço por equinos devido às criações dos pais. “Sempre tive como hobby e hoje profissão”. Em 2016, Josiani graduou-se na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). 
Hoje mora em Lajeado, e atende propriedades rurais na região dos Vales do Rio Pardo e Taquari, região metropolitana e até Santa Maria. Josiani relata que o trabalho mais pedido é acupuntura, e dentro dela utiliza técnicas de moxabustão, eletroacupuntura e a hemopuntura. 

A acupuntura tem como objetivo a recuperação do organismo como um todo, utilizando-se do chamado reequilíbrio energético, inclusive para o controle da dor, informa a veterinária. São utilizadas agulhas para estimular pontos específicos. De acordo com ela, o método se mantém há mais de dois milênios, apresentando benefícios a quem procura o tratamento em busca de controle e cura de diversas patologias. 

Hemopuntura
Uma técnica amplamente utilizada por acupunturistas em todo o mundo, tanto humanos como Veterinários. Trata-se da retirada de sangue venoso do paciente e sua aplicação em pontos de acupuntura relacionados ao problema que se pretende tratar. A hemopuntura produz um efeito prolongado e potencializado dos acupontos selecionados, com efeito analgésico e anti-inflamatório. Essa técnica estimula um aumento dos macrófagos do organismo.

Eles é que fazem a limpeza de tudo, eliminam bactérias, vírus, células neoplásicas, fibrina e resulta num estímulo imunológico poderosíssimo. É uma técnica fácil e promissora para tratamentos de inúmeros problemas agudos e crônicos, fazendo com que haja uma redução de doses e medicações utilizadas ao longo do tratamento e também promove melhoria da qualidade de vida do paciente.

Moxabustão
Essa técnica trabalha os mesmos pontos da acupuntura, mas utiliza o calor ao invés das agulhas, proporcionando seus mesmos efeitos benéficos. O termo significa “longo tempo de aplicação do fogo” e vem da palavra japonesa mogusa, nome popular das plantas Artemísia sinensis e Artemísia vulgaris, utilizadas na aplicação da moxabustão.
Essa aplicação de calor se dá por meio de um instrumento chamado moxa, um bastão ou cone extremamente fino, amassado e moldado com as mãos, onde se coloca as folhas de Artemísia. Essa técnica pode ser utilizada tanto na acupuntura humana como na acupuntura Veterinária.

Ventosaterapia
Na visão da medicina oriental é a através da estagnação do sangue (xue), no corpo e da má circulação deste e da energia vital (Ki), que se desenvolvem inúmeros sinais clínicos e patologias. Essa técnica vem sendo utilizada desde a antiguidade como uma poderosa ferramenta terapêutica, eficaz não só nos inúmeros desequilíbrios dos órgãos internos, mas também como uma excelente técnica para os problemas de ordem músculo articular, circulatório, digestório, respiratório, também no tratamento de vários tipos de dores e como um coadjuvante no aumento da imunidade.

Saiba mais
Desde a antiguidade, os povos orientais, principalmente da China, já faziam uso de ervas, massagem e acupuntura com fins terapêuticos. Surgiram importantes conceitos como o de YIN e YANG (forças opostas e complementares que regem o universo) e a teoria dos 5 Elementos/Movimentos da natureza (madeira, fogo, terra, metal e água). Esses princípios formam os pilares da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) cuja visão de saúde baseia-se no estado de harmonia entre o YIN e o YANG que gera a energia vital (Chi ou Qi) e os 5 Elementos/Movimentos. Tanto a falta quanto o excesso de uma dessas forças/elementos causa desequilíbrios energéticos e origina as doenças. Tanto em humanos como animais, pode-se trabalhar com esses princípios e podemos ter resultados satisfatórios em muitas manias, dores, afecções e patologias, tendo como básico o equilíbrio.

por Leonardo Heisler
redacao@agoranovale.com.br