fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Agora No Vale – Banner Site Anuncie Conosco 728x90px
  • Banner Agora no Vale 728x90px

Último abrigo municipal é desativado em Venâncio Aires

Durante os mais de 60 dias o abrigo contabilizou 160 pessoas que passaram pelo local


Por Redação Publicado 02/07/2024
Ouvir: 00:00
  • Agora No Vale – Banner Site Anuncie Conosco 728x90px
abrigo enchente Venâncio Aires – agoranovale-lajeado (2)

“A sensação de todos da equipe da secretaria da Habitação e Desenvolvimento Social é de dever cumprido em relação aos nossos atendimentos prestados a essas famílias”. Esse relato é da secretária Camilla Capelão, em relação ao último abrigo municipal de Linha Mangueirão que foi desativado na última sexta-feira, 28.

Durante os mais de 60 dias, o abrigo contabilizou 160 pessoas que passaram pelo local. Em junho, havia 16 pessoas, e em virtude da nova cheia na região de Vila Mariante, o espaço abrigou mais 28, totalizando 44. Na sexta-feira, 28, apenas duas famílias estavam no abrigo, uma foi para aluguel social e a outra

voltou para casa.

abrigo enchente Venâncio Aires – agoranovale-lajeado (1)

Iniciativas

O município lidera várias iniciativas de ajuda humanitária aos cidadãos atingidos pelas inundações. Além do abrigo em Linha Mangueirão, Venâncio Aires disponibilizou outros dois locais, em Linha Estância Nova, e na Sercsate no bairro Santa Tecla acolhendo mais de 600 pessoas.

“No primeiro momento toda a assistência que precisavam, tanto no resgaste dessas famílias como n dias em que ficaram no abrigo, prestamos todo suporte necessário até a finalização do abrigo, podendo ofertar às famílias o aluguel social. Muitos tiveram as casas totalmente destruídas e as famílias não tinham como voltar. A gente fica feliz de ter encerrado o abrigo, mas mais feliz ainda de saber que todas as pessoas que passaram pelos locais foram encaminhados para aluguéis sociais ou para o seu lar e para as suas residências. Ninguém ficou desassistido”, destacou a secretária.

Aluguel social

Por meio do aluguel social, muitas famílias já estão em novas residências. Até o momento, 171 famílias estão em aluguel social; 43 famílias estão aptas, mas precisam apresentar o contrato; e 146 famílias com aluguel social solicitado através do “Ajuda Venâncio”, com atendimentos agendados para a avaliação com equipe técnica.

Além disso, muitas pessoas, tanto servidores da Prefeitura e da Câmara de Vereadores, como voluntários, se mobilizaram em uma grande corrente solidária para fornecer alimentação, higiene, cuidados aos abrigados, além de atendimento com a equipe técnica da secretaria de Desenvolvendo Social e, também, da secretaria de Saúde com medicações e apoio psicológico e social.


#agoranovale / fonte: AI Venâncio Aires