fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Sicredi Agora no Vale 728x90px

Tropas gaúchas reforçarão fronteira Brasileira com a Guiana em meio a tensões com a Venezuela


Por Redação / Agora no Vale Publicado 21/04/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
  • Agora-No-Vale—Banner-Forquetinha—Institucional-WhatsappDESKTOP
exercito blindados-agoranovale

O Rio Grande do Sul enviará 150 militares para a fronteira do Brasil com a Guiana, incluindo um esquadrão de blindados, em resposta às crescentes tensões entre Venezuela e Guiana pela disputa do território de Essequibo.

O Comando Militar do Sul anunciou, durante a cerimônia do Dia do Exército na sexta-feira (19), o envio de tropas do Rio Grande do Sul para reforçar a fronteira do Brasil com a Guiana. A medida vem em resposta às crescentes tensões entre a Venezuela e a Guiana pela disputa do território de Essequibo, uma área rica em petróleo e historicamente contenciosa.

O contingente, composto por aproximadamente 150 militares das cidades de Santana do Livramento, Bagé e Jaguarão, se juntará ao esforço nacional para fortalecer a presença brasileira na região de fronteira. Segundo o general Hertz Pires do Nascimento, chefe do Comando Militar do Sul, o destacamento incluirá um esquadrão de blindados da Cavalaria Mecanizada.

Recentemente, um grupamento de 28 blindados foi enviado do Mato Grosso do Sul para a região, e há possibilidades de que mais veículos blindados sejam deslocados do Rio Grande do Sul para o norte do país, como parte da Operação Roraima. Esta operação prevê um aumento de 10% no efetivo das tropas no Comando Militar do Norte e no Comando Militar da Amazônia.

A Venezuela reacendeu a disputa pelo Essequibo, que já dura desde o século 19, ao aprovar em referendo, em dezembro de 2023, a incorporação da área que compõe 75% do território da atual Guiana. O Brasil, mantendo sua posição de neutralidade, intensifica sua presença militar para garantir a segurança e estabilidade da região.

Na fronteira com a Guiana, já estão posicionadas 14 viaturas blindadas multitarefa 4×4 Guaicurus, equipadas com sistemas de armas remotamente controlados, visão termal e módulos de comando e controle; oito viaturas blindadas de transporte de pessoal médio sobre rodas Guarani; seis viaturas blindadas de reconhecimento média sobre rodas EE-9 Cascavel; além de algumas viaturas administrativas.