fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Agora no Vale 728x90px Programa Fazer Juntos

Homem que interpretava mascote do Inter é indiciado por importunação sexual


Por Redação / Agora no Vale Publicado 14/03/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
  • Agora-No-Vale—Banner-Forquetinha—Institucional-WhatsappDESKTOP
saci mascote inter agora no vale lajeado

O intérprete do Saci, mascote do Internacional, foi indiciado pela Polícia Civil por importunação sexual. Segundo inquérito concluído nesta quarta-feira (13), o suspeito é acusado de cometer o crime contra duas vítimas durante o clássico Gre-Nal realizado no Beira-Rio em 25 de fevereiro. A pena para importunação sexual varia de um a cinco anos de reclusão.

Após a realização de diligências, análise das imagens das câmeras de videomonitoramento, juntada de documentos, oitiva das vítimas e testemunhas, além do interrogatório do investigado, a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Porto Alegre concluiu que o suspeito cometeu o crime de importunação sexual contra as duas vítimas.

Após o Gre-Nal, duas mulheres acusaram o homem. A primeira denúncia foi feita pela repórter Gisele Kümpel, do Canal Monumental, que afirmou ter sido beijada pelo mascote após um gol do Internacional na partida. Em 3 de março, a Justiça do Rio Grande do Sul concedeu uma medida protetiva à repórter.

A segunda queixa partiu de uma torcedora colorada que buscava uma foto com o personagem. Ela alegou ter sido segurada à força pelo homem e ouvido uma frase de conotação sexual.

O Internacional informou que, desde então, o funcionário está afastado da função de intérprete do mascote. No último jogo contra o São Luiz, no domingo (10), uma mulher atuou como Saci.