fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Agora no Vale 728x90px Programa Fazer Juntos

Confirmado novo óbito por dengue no RS

Rio Grande do Sul registra 9.608 casos da doença, sendo 8.221 são autóctones


Por Redação Publicado 01/03/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
  • Agora-No-Vale—Banner-Forquetinha—Institucional-WhatsappDESKTOP
dengue -agoranovale

O Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), órgão ligado à Secretaria Estadual da Saúde (SES), divulgou hoje, sexta-feira (01), a confirmação do nono óbito por dengue no Rio Grande do Sul. A vítima, um homem de 59 anos, residente em Canoas e com comorbidades, faleceu em 19 de fevereiro, intensificando a preocupação com a propagação da doença na região.

Canoas, epicentro do recente óbito, registra uma incidência preocupante, com 185,5 casos prováveis de dengue para cada 100 mil habitantes. Em relação à situação epidemiológica, o Rio Grande do Sul já contabiliza 9.608 casos confirmados de dengue neste ano, sendo 8.221 autóctones, ou seja, contraídos dentro do Estado, e os demais importados. Em 2023, o estado registrou mais de 34 mil casos autóctones e 54 óbitos devido à dengue.

Atenção

Os sintomas característicos da dengue incluem febre alta, dor retroorbital, dor de cabeça, dores no corpo e nas articulações, mal-estar geral, náusea, vômito, diarreia e manchas vermelhas na pele, podendo ou não estar acompanhados de coceira.

Para combater a proliferação do Aedes aegypti, vetor da dengue, medidas de prevenção são cruciais, como a limpeza e revisão das áreas internas e externas das residências, eliminação de objetos com água parada e uso de repelentes para proteção individual contra o mosquito.

——————————————————