fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Agora No Vale – Banner Site Anuncie Conosco 728x90px
  • Banner Agora no Vale 728x90px

Suspeito de matar menino por espancamento é preso e confessa o crime


Por Redação / Agora no Vale Publicado 07/12/2018
Ouvir: 00:00
  • Agora No Vale – Banner Site Anuncie Conosco 728x90px

“Não queria que ele morresse, ele nem chorou”, disse o suspeito a Brigada Militar durante a confissão em Santa Cruz do Sul

A Brigada Militar de Santa Cruz prendeu, na noite de quinta-feira, dia 6, o suspeito da morte do menino Enzo Gabriel Quintana Dilemburg, de 2 anos, em Encruzilhada do Sul.

O homem, identificado como Jonatas Gomes de Melo, de 32 anos, padrasto da criança, foi encontrado na casa de um familiar, no Loteamento Beckenkamp.

Conforme a delegada Raquel Schneider, a mãe de Enzo relatou que ele já havia agredido Enzo pelo menos uma vez. Segundo o depoimento do suspeito, ao chegar em casa no dia do crime,  ingeriu cerveja e cocaína.

Confessou que, antes de dormir por volta das 2h, tomou dois comprimidos de um remédio calmante, bateu na criança e foi dormir. Conforme a delegada, o homem declarou que a intenção não era matar a criança. “Não queria que ele morresse, ele nem chorou”, disse o suspeito. Além disso, o padrasto de Enzo contou que praticou as agressões com as mãos.

O menino faleceu por politraumatismo: a criança teve uma costela fraturada, estava com sinais de esganadura, além de hematomas pelo corpo e rosto.