fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Agora no Vale 728x90px
  • Agora No Vale – Banner Site Anuncie Conosco 728x90px

Suspeito de assalto ao aeroporto de Caxias do Sul morre em confronto com a polícia


Por Redação / Agora no Vale Publicado 06/07/2024
Ouvir: 00:00
  • Agora No Vale – Banner Site Anuncie Conosco 728x90px
WhatsApp Image 2024-07-06 at 07.43.51

Um homem de 40 anos, com extenso histórico de envolvimento em roubos a bancos e veículos de transporte de valores, foi morto em São Paulo (SP) sob circunstâncias de confronto com policiais civis da Divisão de Investigações sobre Crimes contra o Patrimônio (DISCCPAT). O ocorrido se deu durante o cumprimento de um mandado de prisão na tarde desta sexta-feira (5).

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo, o suspeito, que possuía ligação com o assalto ao aeroporto de Caxias do Sul, tentou resistir à prisão na sua residência, localizada no bairro Jabaquara. Durante a ação, foi encontrado um armamento pesado, incluindo uma arma de calibre .50, similar à utilizada no crime no Aeroporto Hugo Cantergiani. Também foram apreendidos uniformes falsos da Polícia Federal, semelhantes aos utilizados durante o assalto.

Além disso, o homem era procurado pela Justiça de Guarapuava (PR) por participação no ataque a uma empresa de transporte de valores em abril de 2022. Ele também tinha conexões com outros crimes, incluindo ataques a carros-fortes e bancos na região da Serra Gaúcha. Em um dos incidentes, em maio de 2017, a quadrilha à qual o suspeito pertencia explodiu um veículo blindado de transporte de valores no quilômetro 170 da BR-116, no distrito de Vila Cristina. Outro ataque ocorreu em março do mesmo ano, também a um carro-forte na BR-116, em Vacaria. Em abril de 2017, ele esteve envolvido na explosão de uma agência do Banrisul em Campestre da Serra.

A Polícia Federal do Rio Grande do Sul, responsável pela investigação, confirmou que seis suspeitos foram identificados no assalto ao carro-forte em Caxias do Sul. Cinco deles foram presos no Litoral Norte gaúcho, Paraná e São Paulo, além do indivíduo que foi morto durante o crime, ocorrido em 19 de junho.