fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Agora no Vale 728x90px
  • Agora No Vale – Banner Site Anuncie Conosco 728x90px

Polícia Civil flagra equipe de supermercado lavando produtos atingidos pela enchente para venda

Funcionários do mercado em Charqueadas usavam lava-jato e escovas para remover barro de mercadorias, supostamente trazidas de Eldorado do Sul


Por Redação Publicado 03/07/2024
Ouvir: 00:00
  • Agora No Vale – Banner Site Anuncie Conosco 728x90px
enchente – doações resíduos – MPRS agoranovale-lajeado5
foto ilustrativa:

Na tarde de terça-feira (2), a Polícia Civil flagrou um depósito de uma rede de supermercados lavando produtos contaminados pela enchente. Dois funcionários foram pegos no ato usando lava-jato e escovas para remover o barro de mercadorias. Entre os itens, destacam-se latas de cerveja, garrafas de espumante, caixas de suco e materiais de limpeza. A rede tem lojas em outras cidades, entre elas Eldorado do Sul.

A operação ocorreu simultaneamente à vistoria da unidade da rede na cidade, onde produtos com indícios de contaminação pela enchente foram recolhidos, especialmente bebidas alcoólicas.

Polícia Civil investiga suspeitas

A Polícia Civil informou que a unidade de Charqueadas não foi atingida pela enchente. No entanto, pelo menos duas lojas da rede em Eldorado do Sul sofreram com o alagamento, e há suspeitas de que os produtos contaminados eram transportados para Charqueadas.

Produtos comprometidos

Os policiais notaram sinais de comprometimento nas embalagens das bebidas, com rótulos desgastados em garrafas de espumante e latas de cerveja amassadas e oxidadas. No mercado, foram encontrados latas danificadas e extrato de tomate visivelmente afetados pela enchente.

A Polícia Civil esteve no depósito e observou dezenas de caixas de produtos ainda com lama. Entre os itens estavam bebidas, produtos de higiene, limpeza, sucos e até embalagens de mamadeiras para crianças. A Vigilância Sanitária, que acompanhou a ação policial, interditou o local.

Interdição

O responsável pelo supermercado será ouvido pela polícia ainda nesta quarta-feira e poderá responder por crimes contra as relações de consumo. Até o momento da publicação, a defesa da rede de supermercados não se manifestou.


Fonte: GZH #agoranovale / foto ilustrativa