fbpx

Polícia Civil desmantela quadrilha na região que simulavam consertos de aparelhos para cobrar da RGE


Por Reportagem Publicado 15/09/2021

Cerca de 40 agentes Polícia Civil cumpriram 10 mandados de busca e apreensão em Boqueirão do Leão e em cinco municípios do Vale do Rio Pardo na manhã desta quarta-feira. O objetivo foi combater fraude que teria iniciado a partir de seis pessoas de uma mesma família de Santa Cruz do Sul.

De acordo com a investigação, o grupo criou seis empresas de refrigeração e cooptava moradores destas regiões para simular estragos em aparelhos eletrônicos após temporais ou apagões. O objetivo era exigir ressarcimento da companhia de energia elétrica, no caso a RGE, de aparelhos que sequer haviam estragados, já que apresentavam eletrodomésticos antigos — sucatas — e que não estavam funcionando há muito tempo.

O valor estimado do golpe é de R$ 1 milhão em cerca de três anos, envolvendo pelo menos 20 moradores e em várias solicitações suspeitas de ressarcimentos. As empresas investigavas cobravam pelo conserto ou troca de aparelhos que sequer haviam estragado. E o preço cobrado era muito maior do que o que seria praticado na realidade, pois as empresas que participavam do orçamento foram inventadas pelos fraudadores para entrar no esquema, segundo a investigação. Tanto os fraudadores como os moradores vão responder na Justiça.

Ainda não há informações sobre o resultado da operação.

Fonte: GZH

Foto: Polícia Civil