fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Agora no Vale 728x90px Programa Fazer Juntos

PF prende três pessoas por manterem trabalhadores em condições análogas a de escravo


Por Redação / Agora no Vale Publicado 16/03/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
  • Agora-No-Vale—Banner-Forquetinha—Aniversário-28-anosDESK
escravos

Ação flagrou as vítimas expostas a condições degradantes de trabalho em propriedade rural

Uruguaiana/RS. Nesta sexta-feira (15/03), a Polícia Federal prendeu em flagrante três pessoas por submeter nove trabalhadores a condições degradantes de trabalho.

A ação ocorreu em uma propriedade rural no interior do Município de Manoel Viana, após recebimento de denúncia, e contou com a participação do Ministério Público do Trabalho e da Polícia Civil.

Os trabalhadores estavam alojados em um galpão de madeira, sem as mínimas condições de salubridade e segurança. Todos dormiam juntos, no chão, em meio à sujeira e à fiação elétrica exposta.

As diligências apontaram, ainda, que as vítimas trabalhavam na aplicação de produtos agrotóxicos na lavoura sem os equipamentos de proteção individual necessários.

Foram presos em flagrante os dois responsáveis pela propriedade rural e o aliciador dos trabalhadores.

O Ministério Público do Trabalho adotará as medidas necessárias a resguardar os direitos dos trabalhadores.