fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Sicredi Agora no Vale 728x90px

Morador de Cruzeiro do Sul escapa de golpe de Estelionato por intervenção bancária


Por Redação / Agora no Vale Publicado 21/04/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
  • Agora-No-Vale—Banner-Forquetinha—Institucional-WhatsappDESKTOP
Foto ilustrativa

Tentativa de estelionato é frustrada em Cruzeiro do Sul após banco intervir e cancelar transação PIX solicitada por golpista usando a imagem da filha da vítima.

Cruzeiro do Sul – Um morador em Cruzeiro do Sul, quase foi vítima de uma tentativa de estelionato. O morador, que preferiu não se identificar, recebeu uma mensagem de WhatsApp que parecia ser de sua filha, solicitando uma transferência urgente via PIX.

A mensagem foi acompanhada de uma foto de perfil familiar e um pedido de transferência para uma conta em nome de uma mulher, utilizando um CPF parcialmente identificado. Movido pela preocupação, o morador procedeu com a transferência de R$1.290,00.

Felizmente, a agência bancária do declarante rapidamente identificou a transação como suspeita e a cancelou antes que o valor fosse efetivamente transferido ao destinatário fraudulento. O golpe se baseava na tática comum de usar informações pessoais e imagens de conhecidos para enganar as vítimas e convencê-las a enviar dinheiro urgentemente.

O crime serve como um lembrete crucial sobre a importância de verificar pessoalmente com o solicitante antes de realizar qualquer transação financeira urgente, especialmente quando solicitada por meios digitais como o WhatsApp. Instituições financeiras também estão alertando seus clientes a serem vigilantes contra esse tipo de fraude, que tem se tornado cada vez mais comum.

Apesar do susto, o morador de Cruzeiro do Sul decidiu não representar criminalmente contra os golpistas, mas foi devidamente informado sobre o prazo decadencial de seis meses para reconsiderar sua decisão e potencialmente prosseguir com uma ação legal.