fbpx

Menina de cinco anos foi jogada no Rio Taquari ainda com vida


Por Reportagem Publicado 14/09/2021

Inquérito foi encerrado, e homem foi indiciado por estupro e assassinato

Encerrado o inquérito sobre o caso que chocou o Rio Grande do Sul neste mês. O homem de 35 anos foi indiciado pelo estupro e o assassinato de Ágatha Rodrigues dos Santos, ocorrido às margens do Rio Taquari, em Lajeado. Segundo o laudo emitido pela perícia, a menina foi jogada ao rio ainda com vida, após ser estuprada, e a morte foi causada por asfixia por afogamento. O assassino está preso desde 4 de setembro, data do homicídio. Ele foi transferido do Presídio de Lajeado por questão de segurança.

A mãe da menina também foi indiciada por entregar uma menor incapaz para uma pessoa inidônea, e por isso precisou assinar um termo circunstanciado. É um delito de menor grau, que não resulta em prisão. O caso apurado pelo delegado substituto da Delegacia da Mulher (Deam), Humberto Röehrig, agora vai para o Judiciário. Dez pessoas foram ouvidas durante as investigações.

LEIA MAIS NO LINK

SE QUISER RECEBER AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO AGORA NO VALE DE GRAÇA NO TEU WHASTAPP CLIQUE AQUI

Quer receber as principais notícias do Agora No Vale no seu WhatsApp?
Clique aqui e faça parte do nosso grupo!