fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

Frutas são apreendidas em ação de combate ao comércio ambulante irregulares


Por Redação / Agora no Vale Publicado 05/10/2018
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Desta vez, dois ambulantes irregulares tiveram suas mercadorias recolhidas pelos fiscais

Com apoio da Brigada Militar, fiscais da Secretaria de Planejamento (Seplan) realizaram nesta sexta-feira, 05/10, mais uma ação de combate ao comércio ambulante irregular no centro de Lajeado.

Desta vez, dois ambulantes irregulares tiveram suas mercadorias recolhidas pelos fiscais, tendo em vista que os vendedores não possuíam alvará, bem como estavam sendo comercializando seus produtos em local proibido. O primeiro ambulante estava próximo ao Supermercado STR na rua Bento Gonçalves, e com ele foram apreendidos 114 abacaxis e 17 caixas de moranguinho. O outro ambulante estava na rua Júlio de Castilhos, e com ele foram apreendidas 11 caixas de moranguinho.

Segundo o titular da Secretaria do Planejamento e Urbanismo, Rafael Zanatta, o comércio ambulante não é proibido, mas deve ser feito em lugares específicos permitidos por lei e deve precisa ter licença expedida pela Prefeitura. “Fizemos uma operação de rotina. As ações de fiscalização serão intensificadas e serão feitas com todos os ambulantes, desde os que vendem alimentos in natura, eletrônicos, roupas e acessórios”, explica.

Locais proibidos

A venda ambulante não pode ser realizada por toda a extensão das ruas Júlio de Castilhos e Bento Gonçalves, na avenida Benjamim Constant, no Centro, e nas respectivas vias transversais. Os produtos apreendidos só podem ser retirados mediante pagamento de multa e apresentação de nota fiscal comprovando sua origem. O que não é recuperado e pode ser comercializado vai a leilão.

Fonte: Prefeitura de Lajeado