fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Sicredi Agora no Vale 728x90px

Dono de supermercado é preso com carga roubada de caminhão em Taquari


Por Redação / Agora no Vale Publicado 26/12/2018
 Tempo de leitura estimado: 00:00
  • Agora-No-Vale—Banner-Forquetinha—Institucional-WhatsappDESKTOP

Foi solucionado o roubo a um caminhão das Lojas Becker, ocorrido na manhã de quinta-feira (20), na RS 287, em Taquari

Investigações do Departamento Estadual de Investigação Criminal (DEIC), de Porto Alegre, culminaram na solução de parte dos roubos a cargas registrados nos últimos dias no Vale do Taquari. Em um dos desfechos foi preso o dono de um supermercado de Canoas por receptação por estar com produtos roubados de um caminhão da Lojas Becker.

Segundo a Polícia Civil, foi localizado o depósito da quadrilha, que utilizava um supermercado, na cidade de Canoas, para estocar os produtos roubados de outros caminhões.
Das 120 máquinas de lavar roupas levadas do caminhão da Becker, foram recuperadas 112. 
No local também foram encontrados televisores 4K de 50 polegadas, cerveja, produtos de limpeza, entre outros materiais roubados em dois roubos de cargas, nos dias 20 e 22 de dezembro.

Conforme o delegado Alexandre Fleck, a pronta resposta da Polícia propiciou não só a recuperação das cargas e a prisão de receptador contumaz, como a obtenção de indícios para apuração da autoria dos roubos, a qual será aprofundada no inquérito policial.

Como foi o assalto 
No dia 20 de dezembro, por volta das 5h, uma carreta das Lojas Becker foi assaltada.

O motorista trazia uma carga de máquinas de lavar roupas, de São Paulo (SP), com destino ao Centro de Distribuição de Venâncio Aires (RS).

A carreta saiu de Sapucaia do Sul, passou pelo posto da PRF e depois entrou na RS 287, rumo a Taquari (RS). Então o motorista notou que um VW Jetta, cor escura, seguia na frente do caminhão. O veículo foi freado e foram baixados os vidros.

Os assaltantes, num total de cinco, estavam encapuzados e fortemente armados, com fuzis e pistolas. O motorista da Becker ainda deu uma buzinada, quando os ladrões deram tiros de advertência para o alto e fizeram-no parar.

Os ladrões entraram na cabine, colocaram o motorista para trás e perguntaram o que tinha na carga, inclusive sobre a nota fiscal. Na sequência falaram no rádio, possivelmente com outros comparsas e anunciaram o assalto.

Levaram o caminhão para um matagal e roubaram todas as 120 máquinas de lavar roupas (no valor de R$ 153 mil), que foram transferidas para outro caminhão baú. O motorista ficou preso dentro do próprio caminhão, até ser resgatado.

Os assaltantes também levaram pertences pessoais do motorista, como documentos, e uma certa quantia em dinheiro.

Redação
redacao@agoranovale.com.br