fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Sicredi Agora no Vale 728x90px

Criminoso número 1 volta para o RS


Por Redação / Agora no Vale Publicado 23/08/2018
 Tempo de leitura estimado: 00:00
  • Agora-No-Vale—Banner-Forquetinha—Institucional-WhatsappDESKTOP

José Carlos dos Santos, o Seco, é um sete líderes de facções criminosas que devem voltar para penitenciarias gauchas

Sete homens apontados como líderes de facções criminosas que atuam no Rio Grande do Sul devem retornar ao Estado por conta de uma decisão da Justiça Federal do Mato Grosso do Sul. Entre eles, José Carlos dos Santos, o Seco. Conhecido no Vale do Taquari por já ter morado aqui, ter sido preso aqui, e por seus diversos ataques a carro fortes. 

Os outros seis apenados que devem ser transferidos de volta ao RS são Márcio de Oliveira Chultz, Jonatha Rosa da Cruz, Milton Melo Ferraz, Letier Ademir Silva Lopes, Diego Moacir Jung e Fábio Fogassa. A Justiça deu prazo de 30 dias para que eles sejam transferidos, mas ainda cabe recurso.

Há 1 ano e dois meses eles foram isolados em unidades federais, por meio de um pedido do estado gaúcho.

Seco foi o líder de uma das principais quadrilhas de roubo a banco do Estado. As condenações por latrocínio, roubo a banco e carro-forte somam 173 anos.  Sua prisão em 2006, em Paverama, poucos dias após o ataque a uma transportadora de valores, em Santa Cruz do Sul.