fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Agora no Vale 728x90px Programa Fazer Juntos

Casal é preso no RS por maus-tratos a menina de um ano e meio


Por Redação / Agora no Vale Publicado 14/03/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
  • Agora-No-Vale—Banner-Forquetinha—Aniversário-28-anosDESK
Polícia Civil agora no vale

Um casal foi preso em Capão da Canoa, no litoral norte do Rio Grande do Sul, acusado de cometer maus-tratos contra uma menina de um ano e seis meses. A criança, filha do homem e enteada da mulher, apresentava diversas lesões pelo corpo, incluindo queimaduras por ponta de cigarro e uma perna fraturada.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima estava sob os cuidados do pai e da madrasta há cerca de um mês em Taquara, no Vale do Paranhana, onde teriam ocorrido os abusos. No fim do mês passado, o casal entregou a menina à avó paterna em Cachoeirinha, alegando que “não aguentavam mais a criança”.

Após cerca de uma semana, a avó levou a neta à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cachoeirinha devido às graves lesões. A Brigada Militar e o Conselho Tutelar foram acionados, e a avó foi autuada em flagrante pelo delito previsto no artigo 26, inciso 2º, da Lei nº 14344/2022 (Lei Henry Borel), por omissão ao não comunicar as autoridades competentes sobre a situação de maus-tratos.

O delegado André Lobo Anicet, que está à frente das investigações, informou que o casal não possuía um paradeiro fixo e estava constantemente mudando de cidade. Após uma denúncia anônima, a polícia localizou o casal em Capão da Canoa, resultando em suas prisões preventivas decretadas pela Justiça de Taquara.

A menina está internada em um hospital de Porto Alegre, se recuperando das lesões. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados para preservar a integridade da vítima, conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).