fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Sicredi Agora no Vale 728x90px

Acusado do desaparecimento de Potrich é preso


Por Redação / Agora no Vale Publicado 23/01/2019
 Tempo de leitura estimado: 00:00
  • Agora-No-Vale—Banner-Forquetinha—Institucional-WhatsappDESKTOP

Operação é deflagrada nesta manhã dd quarta-feira pela Polícia Civil

A Polícia Civil de Anta Gorda e demais órgãos de segurança deflagram a  Operação Gerente AG e prendem acusado no caso de Jair Potrich, gerente do Sicredi de Anta Gorda.

A vítima desapareceu no dia 13 de novembro de 2018, na linha Felizardo, município de Anta Gorda. A ação foi coordenada pelo Del. Guilherme Pacífico da Silva.

Após dois meses de investigação a Polícia Civil indicia C.A.W.P., 52 anos, pelo crime de homicídio qualificado, por motivo fútil e ocultação cadáver.

O acusado foi preso temporariamente nesta manhã em seu apartamento em Capão da Canoa por agentes da Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa. O preso temporário está sendo encaminhado à Delegacia de Polícia de Anta Gorda e após será recolhido ao Presídio Estadual de Encantado.

Policiais civis, bombeiros militares, brigadianos e peritos criminais cumpriram dois mandados de busca e apreensão, sendo na residência e no local de trabalho do acusado, no municípios de Anta Gorda e Arvorezinha, tais diligências visam a localização do corpo da vítima, eis que se apura também o crime de ocultação de cadáver.

Durante as investigações e trabalhos de localização do então  desaparecido, a Polícia Civil por meio da 24DPRI, DEIC, DHPP, Corpo de Bombeiros, Brigada Militar e IGP utilizaram as principais técnicas para a elucidação que ora se apresenta.

O preso C.A.W.P estará temporariamente recolhido por trinta dias, tempo este destinado a conclusão do presente Inquérito Policial. 

Os órgãos de segurança envolvidos nesta operação darão entrevista coletiva ao final dos trabalhos.