fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Banner Agora no Vale 728x90px
  • Agora No Vale – Banner Site Anuncie Conosco 728x90px

Semana de trabalho: quatro, cinco ou seis dias

Ganha mais força a proposta de redução em um dia da semana de trabalho, mas há países que querem aumentar


Por Redação Publicado 03/07/2024
Ouvir: 00:00
  • Agora No Vale – Banner Site Anuncie Conosco 728x90px
idoso pessoa de idade trabalho emprego – freepik agoranovale

Está ganhando força no Congresso dos EUA o projeto de lei que quer implementar a semana de trabalho de quatro dias. O mesmo segue a linha do que já está sendo testado em outros países, principalmente na Europa, ou mesmo em empresas, inclusive no Brasil, e que trouxeram bons resultados no quesito produtividade e problemas de relacionamento. Com áreas como comércio funcionando cada vez mais em dias do final de semana, já há quem diga que se trabalhe seis dias ou mais. Na contramão disso, países como a Grécia já estudam obrigar os trabalhadores a terem um “sexto” dia de trabalho.

Quatro dias

Um grupo de senadores dos EUA apresentou a proposta que reduziria o expediente de 40 para 32 horas semanais e sem nenhuma diminuição no salário.

São três possibilidades:

  • Prolongar o final de semana até segunda
  • antecipar o final de semana para sexta ou
  • reduzir um pouco da carga horária todos os dias.

Por que isso importa?

O tema ter chegado no Congresso americano mostra como a discussão tem ganhado cada vez mais espaço, com o aumento da produtividade como principal motivador.

Inclusive, empresários como Sam Altman e o CEO do JPMorgan acreditam que a AI e outros avanços tecnológicos vão permitir a redução da jornada de trabalho.

Os dois lados…

Four students on a student campus sitting at the table
foto ilustrativa – FreePik

E por aqui?

22 empresas brasileiras já estão participando de um teste para, no final, decidirem se vão continuar com só 4 dias ou não. O Ministro do Trabalho já defendeu o modelo.

Do outro lado

Por outro lado, a Grécia é um dos países que implementará uma semana de seis dias de trabalho, com o objetivo de aumentar a produtividade dos colaboradores e o crescimento econômico, de acordo com autoridades locais.

Segundo o jornal britânico The Guardian, a semana de 48 horas de trabalho está permitida a partir da próxima segunda-feira (8), para empresas privadas que fornecem serviços 24 horas por dia.

Neste regime, funcionários de indústrias selecionadas e instalações de fabricação terão a opção de trabalhar duas horas adicionais por dia ou um turno extra de oito horas. A boa notícia é que serão recompensados ​​com uma taxa adicional de 40% do salário diário.

Segundo o primeiro-ministro grego Kyriakos Mitsotakis, a iniciativa foi necessária considerando o declínio numérico da população grega e a escassez de mão de obra qualificada, causados pela fuga de trabalhadores e famílias durante a pior fase da profunda crise econômica atravessada pelo país, entre 2008 e 2015.

Sindicatos gregos têm se posicionado contra a medida, alegando que a decisão fere os direitos trabalhistas e vai na contramão dos debates que estão ocorrendo em países desenvolvidos – como Portugal, que anunciou nesta segunda (1) que o país está no caminho para implantar a jornada de quatro dias de trabalho na administração pública.