fbpx

Ao clicar em "Continuar navegando", você concorda com o uso de Cookies e com a Política de privacidade do site.

  • Agora no Vale 728x90px

Cavalgada do Mar deve reunir cerca de 800 cavaleiros durante tradicional ação no Litoral Norte

É a 38ª edição do evento que no último sábado já teve sua primeira etapa


Por Redação Publicado 07/02/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
  • Agora-No-Vale—Banner-Forquetinha—Aniversário-28-anosDESK
cavalgada do mar cavalos bandeira RS – agoranovale

A Secretaria de Turismo (Setur) participa neste ano da 38ª edição da Cavalgada do Mar, evento que prevê reunir centenas de participantes até 10 de fevereiro. A ação, que ocorre ao longo de oito dias, é tradicional no verão gaúcho e reúne cavaleiros, amazonas e entusiastas de todas as idades, em um percurso de aproximadamente 300 quilômetros pela costa oceânica.

“Homenagear o homem do campo é um dos objetivos da nossa cavalgada, aquele gaúcho que não desiste. O destaque desta edição é a participação das crianças, que estão em período de férias escolares e mostram que a tradição seguirá viva nas próximas gerações”, destacou o presidente da cavalgada, Luiz Eduardo Amaro Pellizzer. Durante a programação, haverá piquetes, declamação de poesias e outras ações em homenagem à cultura gaúcha. Os três primeiros lugares de cada categoria serão premiados.

Conforme dados da organização, o primeiro fim de semana da cavalgada, iniciada em Torres no sábado (3/2), reuniu 580 cavaleiros. A jornada seguiu por Capão da Canoa e passará, ainda, por praias como Arroio do Sal, Imbé, Tramandaí, Cidreira e Balneário Pinhal, culminando na parada final em Palmares. No total, são esperados 800 cavaleiros e cerca de 2 mil pessoas devem participar das atividades.

Para o secretário de Turismo em exercício, Luiz Fernando Rodriguez Júnior, o evento é uma forma de celebrar o tradicionalismo gaúcho. “A cultura gaudéria, associada a todos os costumes atrelados a ela, tem um potencial turístico enorme. Muitos visitantes têm curiosidade e se fascinam com as características peculiares do povo do nosso Estado. Nosso papel é fomentar a valorização dos costumes e orientar quem está na ponta dessa cadeia sobre o imenso valor da tradição para nós e, também, para quem vem de fora e deseja nos conhecer”, enfatizou o gestor.

Na noite de segunda-feira (5/2), a Setur foi homenageada durante o jantar de autoridades, em Imbé, pelo apoio dado ao evento pelo segundo ano consecutivo. “A pasta entendeu a importância turística da Cavalgada do Mar, que traz pessoas do Brasil inteiro, e até de outros países, para o Rio Grande do Sul”, reforçou Pellizzer.


Fonte: Ascom-RS #agoranovale