fbpx

Isolamento social deixa de ser obrigatório em mais da metade dos municípios brasileiros


Por Fábio Kuhn Publicado 25/10/2021
Levantamento da CNM aponta que 57,4% das cidades extinguiram medidas de isolamento ou fechamento de serviços classificados como não essenciais

Levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) aponta a queda na adesão de medidas de isolamento social e fechamento de serviços não essenciais no Brasil.

Conforme pesquisa feita entre 18 a 21 de outubro, 57,4% das cidades brasileiras extinguiram as restrições.  Ao total, 1.855 prefeitos foram ouvidos no trabalho da CNM.

O levantamento apontou ainda o menor percentual da série histórica de cidades ainda com atividades econômicas imitadas: 39,2%. Dois meses atrás, o relatório apontava quase o dobro de cidades com restrições.

De acordo com a CNM, a flexibilização ocorre devido à diminuição nos casos da covid-19 em todo o país. Cerca de 30% das cidades não tiveram casos da doença no período pesquisado e 1,4 mil cidades não registraram óbitos pelo coronavírus.