2020 foi um ano marcado pela imprevisibilidade, incerteza, insegurança e medos para além dos habituais da dinâmica da vida. A marca do ano que passou foi a pandemia. Historicamente,  a última grande pandemia nos tempos modernos, foi a  gripe espanhola, no ano de 1918.

Os tempos eram outros e não tínhamos tanto conhecimento como temos agora. Trazendo para os dias atuais, o Brasil assim como o resto do mundo está ainda sofrendo com a pandemia do corona vírus.

Não estamos aqui para falar do que foi ou não foi feito pelo governo federal, estadual ou municipal, e sim das lições do que podemos aprender com isso.

No ano de 2020 muitas foram as ajudas que vieram para as empresas, desde postergação de impostos, a flexibilização das jornadas de trabalho de funcionários e redução e suspensão de contratos de trabalhos. No âmbito das pessoas físicas veio o Auxílio Emergencial, o qual ajudou e muito, diversas famílias.

Agora chegou a época do ano para fazer o acerto de contas com o Leão.

Fique atento, o auxílio emergencial, terá de ser declarado, por ser considerado rendimentos tributável de pessoa jurídica. Quem recebeu mais de R$ 22.847,76 de rendimentos tributáveis no ano passado (2020) e tiver sido contemplado com o auxílio emergencial deverá devolver os valores do benefício.

A devolução do auxílio emergencial está estabelecida pela Lei 13.982, de abril de 2020. Mais informações sobre como devolver os recursos podem ser obtidas na página do Ministério da Cidadania pela internet ou com um contador de sua confiança.

A declaração no Imposto de Renda e a devolução do benefício valem tanto para o contribuinte principal, como para os seus dependentes.

Quem ganhou menos que R$ 22.847,76 em rendimentos tributáveis em 2020 e recebeu auxílio emergencial está isento da declaração do IRPF e não precisa se preocupar.

Para quem não recebeu o auxílio, a faixa de isenção foi mantida em R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis no ano passado.

Aproveite essas informações para que em 2021 alguns impactos possam ser reduzidos e melhorados.

Você precisa de ajuda nesse processo todo, ou tem alguma dúvida? Me chama nos contatos abaixo que eu posso te ajudar

Tiago Lenz, contador
Lenz Contabilidade
Contabilidade | Assessoria | BPO Financeiro
(51) 3710.2720 (Whatsapp) para agendamentos
Instagram: @lenzcontabilidade
Facebook: LenzContabilidade