Cantor era diabético e sofreu complicações por conta da Covid-19

O cantor Eduardo Borges, o Parrerito, conhecido por formar o Trio Parada Dura, morreu por volta das 21h30min desse domingo, 13, em Belo Horizonte. Diabético, ele foi diagnosticado com Covid-19 e internado no dia 29 de agosto.

No último dia 31, ele teve um mal súbito e precisou ser levado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular da capital mineira, onde permaneceu em estado grave.

Atualmente, o Trio Parada Dura era formado pelos músicos Parrerito, Creone e Xonadão. Os outros dois integrantes da banda fizeram o exame e testaram negativo para coronavírus. A esposa de Parrerito também foi diagnosticada com Covid-19, mas se recuperava em casa.

Nas redes sociais, famosos e amigos lamentaram a perda. “Mais um grande artista se foi… Descanse em paz, Parrerito! Que seja sempre lembrado por tudo de bom que fez pela música. Meus sentimentos à família, amigos e fãs!”, publicou Bruno Belutti, da dupla Marcos & Belutti.

O Trio Parada Dura foi criado em 1971 e teve diversas formações ao longo da história. “Fuscão Preto”, “Telefone Mudo” e “As Andorinhas” estão entre as músicas de maior sucesso gravadas pelo grupo.

Acompanhe mais informações pelo site do Agora no Vale ou pelo Facebook e Instagram.