Mais de 100 pacientes de um cirurgião plástico já fizeram denúncias de abuso sexual contra o médico, que foi preso na sexta-feira, em Gramado. Ele é suspeito de abusar das pacientes há pelo menos 20 anos, durante as consultas. Inicialmente eram 12 denúncias.

O médico, que atendia na Região Metropolitana, deve ser indiciado por crimes de assédio, importunação sexual e até estupro de vulnerável, pois entre as vítimas está uma menina de 14 anos. De acordo com depoimentos, alguns abusos teriam acontecido com as pacientes dopadas para os procedimentos estéticos.

A polícia também abriu inquérito para investigar a namorada do médico. Depois que as denúncias se multiplicaram, ela publicou vídeos nas redes sociais ameaçando as vítimas.