O homem suspeito de incendiar cinco carros e uma moto no bairro Colégio Batista, em Belo Horizonte, disse à polícia que cometeu os crimes por “estar nervoso”. Ele ainda teria usado crack momentos antes. Imagens de circuito de segurança mostram o homem de 26 anos levando o cachorro para passear enquanto ateava fogo nos veículos.

O animal estava com ele no momento da prisão, na manhã desta terça-feira (20), o que ajudou a identificá-lo. O suspeito foi encontrado dormindo em casa, também no Colégio Batista.

Ainda de acordo com o delegado, o homem ateava fogo, observava o veículo em chamas e aguardava a presença de curiosos. O suspeito chegava a conversar com eles, enquanto os bombeiros eram chamados, como mostra a foto abaixo. Segundo a polícia, o homem já era investigado por outro incêndio no bairro, além de furto.

Fonte: G1