Nesta terça-feira (20), no Rio de Janeiro, a Polícia Civil do RS, em ação conjunta com a Polícia Civil do RJ, prendeu em flagrante um homem por armazenar e divulgar na internet material pornográfico infantojuvenil.  

Na ação, dois celulares utilizados para cometer os crimes foram apreendidos e encaminhados à perícia criminal. A prisão, realizada pela Delegacia de Polícia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Pelotas (DPCA-PCRS) e pela Delegacia da Criança e Adolescente Vítima do Rio de Janeiro (DCAV-PCRJ), faz parte da Operação Infância Protegida, que visa combater, continuamente, crimes sexuais relacionados a crianças e adolescentes.

O suspeito, durante a prisão, confessou utilizar diversas redes sociais para aproximar-se de jovens e aliciá-los, inclusive com recompensas financeiras; a fim de obter imagens e vídeos com teor sexual das vítimas.