Com o placar de 1 a 0 desfavorável, Inter precisa vencer por 2 gols de diferença na próxima semana no Beira-Rio para evitar que a decisão vá para os pênaltis.

O Internacional teve um compromisso pesado na noite dessa quarta-feira (10). Visitou o Palmeiras em duelo válido pelas quartas de final da Copa do Brasil 2019. Líder do Campeonato Brasileiro, o Alviverde tinha certo favoritismo para vencer a partida. Embora tenha emplacado 1 a 0, o jogo em si não foi dos mais vistosos para o torcedor que assistiu, já que teve apenas 50% de bola rolando, ou seja, praticamente um tempo inteiro sem futebol.

O gol palmeirense veio ainda no primeiro tempo, aos 20’, com cruzamento de Bruno Henrique, onde a zaga colorada falhou e Zé Rafael, desmarcado, conseguiu cabecear para trás e deixar a bola indefensável para Marcelo Lomba.

O Internacional procurou o gol no segundo tempo, mas o sistema defensivo do Palmeiras, muito bem postado em campo, dificultou a atuação do ataque gaúcho. No fim das contas, com os jogadores bastante cansados física e emocionalmente, a sensação que ficou é que as duas equipes acabaram se “conformando” com o placar. O Inter acreditando em sua capacidade de vencer no Beira-Rio na semana que vem e o Palmeiras confiando que pode segurar o Colorado em casa com o seu bom sistema defensivo.

Antes de se encontrarem na próxima semana em Porto Alegre, o Palmeiras terá um clássico contra o São Paulo no sábado (13) e o Internacional visita o Athletico-PR no domingo (14), ambos os jogos pelo Campeonato Brasileiro 2019.

Palmeiras 1×0 Internacional – Copa do Brasil 2019 – Quartas de final – jogo de ida – 10/07/2019

PALMEIRAS

Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Thiago Santos, 32’/2°), Bruno Henrique, Dudu, Lucas Lima (Raphael Veiga, 25’/2°) e Zé Rafael (Willian, 43’/2°); Deyverson. Técnico: Luiz Felipe Scolari

INTER

Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson, Nonato (D’Alessandro, int.) e Patrick; Nico López (Rafael Sobis, 27’/2°) e Paolo Guerrero (Guilherme Parede, 47’/2°. Técnico: Odair Hellmann

GOLS: Zé Rafael (P), aos 19min do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS: Cuesta, Moledo e Sobis (I); Felipe Melo e Bruno Henrique (P).

ARBITRAGEM: Wilton Pereira Sampaio, auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires.

VAR: André Luiz de Freitas Castro (GO).

LOCAL: Allianz Parque, em São Paulo (SP).

Imagem: Levi Bianco / Brazil Photo Press/Folhapress

por
Patrícia Fagundes
patricia@agoranovale.com.br