Faltando 18 dias para o encerramento da Campanha de Vacinação contra a Gripe no Rio Grande do Sul, a Secretaria da Saúde ainda busca alcançar a meta de vacinar 90% da população estimada nos grupos prioritários, de 5 milhões de pessoas. O público menos vacinado é o de idosos, que até agora atingiu 50,7% do total.

As pessoas dos grupos de risco são mais vulneráveis a complicações decorrentes da gripe, e a vacina diminui as internações pela doença e, portanto, evita sobrecarga de atendimentos.

De acordo com dados do painel da Campanha de Vacinação contra a Influenza do Ministério da Saúde, nesta segunda-feira (21), a menor cobertura registrada continua sendo entre os idosos gaúchos (50,7%), seguidos das gestantes e trabalhadores de saúde, cada um com 53,2%.

O grupo de puérperas alcançou 58,8% do público-alvo e de crianças de zero a seis anos chegou a 61%. A população indígena foi a mais vacinada até hoje, alcançando o maior percentual de cobertura, com 78,8%.