fbpx

Abertura da Colheita do Tabaco ocorre em Vale do Sol


Por Redação Publicado 27/10/2021

Evento está marcado para amanhã de tarde, a partir das 14h, na propriedade de Oladi Lúcio e Marli Schroeder

Vale do Sol, município pertencente ao Vale do Rio Pardo, irá sediar a Abertura Oficial da Colheita de Tabaco no Rio Grande do Sul, amanhã, dia 28. A organização é da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, junto com a Afubra, SindiTabaco e Prefeitura de Vale do Sol. A Abertura inicia às 14h e o evento será restrito para convidados, devido às restrições sanitárias da pandemia do Covid-19.

Os anfitriões, cuja propriedade fica na localidade de Faxinal de Dentro, serão os produtores rurais Oladi Lúcio e Marli Schroeder. Associados da Afubra há 30 anos, com uma propriedade de 31 hectares, o casal planta 250 mil pés de tabaco da variedade Virgínia, soja, milho e cria gado de corte, além da agricultura de subsistência. Oladi e Marli são filhos de fumicultores e tem em seus filhos, Dionas Gilberto e Inês Regina, em suas propriedades, a garantia da sucessão na cultura.

Para o presidente da Afubra, Benício Albano Werner, a escolha por Vale do Sol é, pessoalmente, pessoal. “Nasci e me criei na Linha Formosa. Trombudo, hoje município de Vale do Sol, é minha terra natal, então, pode-se dizer que é um pouco de bairrismo. A escolha se deve, também, porque o produtor está muito bem localizado para acesso e com uma boa estrutura”, explica Werner.

Calendário

A Abertura da Colheita do Tabaco no Rio Grande do Sul integra o calendário de eventos do Estado. O primeiro evento foi realizado em 2017, em Venâncio Aires; o segundo, em 2018, em Canguçu; e o terceiro, 2019, em Arroio do Tigre. Devido à pandemia do Covid-19, em 2020, a Abertura foi cancelada.

Vale do Sol

Na safra 2020/2021 foram 2.556 famílias que produziram, em 5.276,9 hectares, 12.372,5 toneladas de tabaco. O produtor recebeu, em média, R$ 10,28 por quilo de tabaco comercializado, totalizando um faturamento de R$ 127.189.300,00.

Números

A produção sul-brasileira de tabaco na safra 2020/2021 foi de 628.489 toneladas, sendo 572.732 toneladas de Virginia, 49.260 de Burley e 6.497 de Comum.

O Rio Grande do Sul foi responsável por 45,1% da produção do Sul do Brasil, alcançando 283.479 toneladas, distribuídas em 254.906 toneladas de Virgínia, 28.045 de Burley e 528 toneladas de Comum.

Foto Afubra