Área plantada aumentou em 1,8% e a produtividade será 40% maior do que o ano passado

Depois de severa estiagem, a agricultura gaúcha se recupera. É o que aponta a primeira Estimativa da Safra de Verão 2020/2021 da Emater/RS-Ascar, conveniada da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr). O levantamento indica a segunda maior safra gaúcha da história.

Em área total de 7,8 milhões de hectares – 1,8% superior ao período anterior –  deverá haver produção 40,2% maior do que a safra passada, alcançando 32,5 milhões de toneladas dos principais grãos de verão (soja, milho, arroz e feijão). A maior safra do Estado foi em 2017, com mais de 33,6 milhões de toneladas de grãos colhidos.

Devido à pandemia e ao isolamento social, os dados foram divulgados em entrevista coletiva de imprensa virtual, na manhã desta quinta-feira (10/9). Participaram o secretário da Agricultura, Covatti Filho, e o presidente da Emater/RS, Geraldo Sandri. Cerca de 110 pessoas acompanharam o lançamento da estimativa por meio da transmissão no Facebook e no Youtube.

De acordo com o levantamento, a soja tem a expectativa de maior aumento na produção (68,8%) e na produtividade (65,7%) em relação à última safra, possibilitando colheita de cerca de 19 milhões de toneladas. É projetado rendimento de 3,1 toneladas por hectare, em área de 6 milhões de hectares, apenas 1,6% maior que no ano anterior.

Segundo o diretor técnico da Emater/RS Alencar Rugeri, os dados apresentados foram coletados de 7 a 21 de agosto. “É importante ressaltar que estão baseados na tendência apresentada pelas produtividades médias municipais registradas ao longo dos últimos 10 anos. E, por isso, estão muito acima do resultado obtido na última safra que foi prejudicada pela estiagem”.

Confira a estimativa para os demais grãos de verão

Milho

Área: 786,9 mil ha (+4,7%)

Produção: 5,9 milhões ton (+43%)

Produtividade: 7,5 ton/ha (+34,8%)

Arroz

Área: 967,4 mil hectares (+1,7%)

Produção: 7,5 milhões ton (-2,1%)

Produtividade: 7,8 ton/ha (-3,9%)

Feijão primeira safra

Área: 37,3 mil ha (+0,8%)

Produção: 64,5 mil ton (+19%)

Produtividade: 1,7 ton/ha (+17,6%)

Milho silagem

Área: 356,8 mil hectares (+0,7%)

Produção: 12,9 milhões ton (+43%)

Produtividade: 36,2 ton/ha (+41,6%)