Espaços compartilhados tem sido tendência nos últimos tempos. Com o aumento da população, igualmente do mercado imobiliário e a capacitação de profissionais com alguma graduação, o compartilhamento de um mesmo espaço por mais de um profissional vem se tornando cada vez mais comum por advogados.

Pensando principalmente em diminuir ou ainda, dividir os gastos que a abertura de um escritório próprio demandam, os espaços compartilhados, ou melhor, COWORKINGS, oferecem uma estrutura completa: mesas, cadeiras, salas de reunião, acesso à internet e secretária, bem como serviço de telefonia e impressão, bastando o profissional advogado, somente a locação do espaço e o investimento em seu próprio computador ou ainda, instrumento de trabalho.

Como a advocacia é regida por leis que instituem os escritórios jurídicos, bem como as sociedades de advogados, os COWORKINGS também servem para desburocratizar a situação daqueles que, em um primeiro momento, não pretendem a criação de um vínculo jurídico e contratual definitivo, uma vez que o compartilhamento de espaços – coworkings -, possibilita o trabalho de mais de um advogado sem, contudo, ter a necessidade de abertura de sociedade ou escritório de advocacia.

Além da diminuição de custos e de burocracia, os coworkings vem sendo acessados, em sua grande maioria, por jovens profissionais, recém-formados, especialmente porque é no início da carreira que a estabilidade e o giro financeiro são mais lentos e, ao mesmo tempo, são inúmeros e quase incalculáveis.

Além dos benefícios já listados, o compartilhamento de um mesmo espaço, sala, ou estação de trabalho, permite que seja feito o networking, que seria, em breves palavras, o compartilhamento de ideias, profissionais e, inclusive, clientes, proporcionando, dessa forma, um complemento ao serviço prestado pelo outro.

Para os profissionais da advocacia, essa modalidade de espaços só traz vantagens, uma vez que possui baixo custo de manutenção, possibilita um maior giro e captação de clientes, ao passo que a circulação de pessoas nesses locais é maior e ainda, oportuniza aos profissionais dedicarem-se exclusivamente ao exercício da profissão, posto que não há, nestes casos, a necessidade de preocupar-se com a manutenção e burocracia que um escritório de advocacia exige.

   Aproveitando que o assunto do momento é justamente o compartilhamento de espaços, destaca-se que a cidade de Lajeado/RS possui um COWORKING com os olhos voltados a este tipo de profissional, especialmente por se tratar de um espaço com viés empresarial. O Center Group Coworking está localizado no centro da cidade e possui completa estrutura, desde salas compartilhadas, individuais e sala de reunião, contando, inclusive, com acesso à wi-fi, impressão e secretária.

Finalizando o assunto, é importante ressaltar que o mercado de trabalho e as relações profissionais mudaram, portanto, é dever dos profissionais estarem e permanecerem em constante evolução, inclusive quanto ao melhor atendimento para si e seus clientes.

Artigo escrito pelas advogadas:

Patrícia Becker Delwing Wallauer                                           
OAB/RS 75.250                                                                               

Caroline Musselin
OAB/RS 114.847

Atendimento e escritório de advocacia junto à Rua Fialho de Vargas, nº 320, salas 401/402, bairro Centro, na cidade de Lajeado, fone (51) 3748-6529.