fbpx

Nasceu prematuro! E agora, como fica a amamentação?


Por Redação Publicado 24/11/2021

À partir de 34 semanas, o prematuro já possui a coordenação para sugar, deglutir e respirar.
Antes desse período ele recebe o leite de outras formas, como na sonda naso ou orogástrica, até estar clinicamente estabilizado para mamar.

A mãe de prematuro é orientada à realizar ordenhas a cada 3 horas pelo menos para estimular sua produção de leite, assim, quando seu bebê estiver pronto, ela terá a quantidade adequada que ele necessita.

Muitas vezes, mesmo que coordenados, eles são muito sonolentos, principalmente quando estão pele a pele com a mãe, então, não drenam bem as mamas. É comum terem também, uma hipotonia muscular que dificulta a extração de leite. Nesses casos, a mãe, mesmo podendo amamentar seu bebê, é orientada à realizar ordenhas logo após as mamadas para manter sua produção láctea e poder oferecer como complementação, quando indicado pelo médico, o seu próprio leite.

A posição cavaleiro é uma das mais indicadas na hora da amamentação, pois ela favorece uma pega mais profunda, ela dá a possibilidade de usar sustentação no queixo do bebê e aumentar a pressão intraoral pressionando levemente suas bochechas. Além de não ser muito confortável, o que pode manter o bebê prematuro ativo mais tempo.
Mas para usar essa posição, precisa ter atenção em alguns pontos: a barriga deve estar bem colada na da mãe, a planta do pé deve tocar a coxa materna, a sustentação deve se dar na cervical e não na cabeça do bebê. É bem importante que o queixo do bebê toque a mama e seu nariz esteja naturalmente livre para respirar. Mas a mulher pode usar a que sentir mais segurança e conforto.

Muitas vezes é necessário acordar o bebê prematuro para mamar, devido à sua imaturidade, ele pode desejar dormir por longos períodos.

É possível amamentar um prematuro? Com certeza. Essa jornada exige persistência, paciência, além de técnicas, apoio e informação.

Cada gota conta. O leite materno é o melhor alimento para o bebê, nesses casos ainda mais, devido à suas propriedades nutricionais, imunológicas e fácil digestibilidade.

por Joanna Moraes
Consultora de Amamentação e Fonoaudióloga
51 999944088 (clique aqui)
Instagram: @jomoraesfono
Facebook: Consultora Amamentação Joanna / Joanna Moraes