Nesse período em que a maioria está em casa, seguindo o distanciamento social, fica mais evidente o significado de humanidade que a Páscoa nos traz. Aqueles que precisam trabalhar, vivem também esse sentimento, de que estão fazendo algo necessário ou indispensável para o bem maior, o bem comum.

A fim de tornar esta semana mais gostosa com a crianças em casa, proponho uma atividade fácil e muito significativa para refletir sobre os sentimentos usando uma vivência que seu filho vai adorar: o ovo da vida.

Meu filho ganhou essa tarefa da escola e achei muito legal, por isso venho compartilhar. O ovo da vida é uma história (você pode encontrá-la na internet) em que o narrador tenta descobrir o que tem dentro do ovo de Páscoa, o que nasce dele.

Os animais que aparecem pelo caminho, puxam a resposta para seu lado. A dona galinha, que é especialista em ovos, diz que não nasce nada, que é um ovo falso, gorado. A cobra diz que devem nascer cobrinhas, a coruja afirma que são corujinhas e assim por diante.

Até que Dona Coelha, a fabricante de ovos de Páscoa, esclarece que cada pessoa põe no seu ovo um pouquinho de sua vida, o sentimento que se coloca dentro dele, é o que nasce. Quando entregamos um ovo de Páscoa a alguém, estamos desejando carinho, felicidade, amor, e tantos sentimentos que nascem com essa simbologia.

Depois da história, você pega uma casca de ovo de galinha (que tenha usado em alguma receita culinária), deixa uma abertura em cima, para o plantio e faça um furinho embaixo para escorrer a água. Coloca terra e planta uma sementinha: pode ser de alpiste ou um grão de feijão. Peça para a criança desejar um sentimento ao plantar aquela semente. O que ela quer que cresça para o mundo? O que ela mais deseja para todos nesse momento? Diariamente vocês vão juntos cuidar dessa plantinha, regar, pôr ao sol e ver esse sentimento crescer.

Então, vamos colocar a mão na massa? Ou melhor, na terra? O que você quer ver florescer no mundo?

por
Aline Schonarth
Jornalista e Pedagoga