Incontinência urinária é a perda involuntária da urina pela uretra. É considerada uma das doenças que causa um grande desconforto e constrangimento em mulheres e homens. Sendo mais frequente no sexo feminino, pode manifestar-se tanto a partir dos 50 anos de idade, quanto em mulheres mais jovens.

Alguns alimentos, bebidas e medicamentos que atuam como diuréticos podem estimular a bexiga, agravando o problema. Além disso, outras situações podem desencadear a incontinência urinária como: gravidez e parto, tumores, obesidade, comprometimento da musculatura, quadros pulmonares obstrutivos, bexigas hiperativas, procedimentos cirúrgicos.

A incontinência urinária pode ser classificada em:

  • De esforço ou estresse: a perda ocorre por esforços do dia a dia como tossir, espirrar, rir, fazer exercícios e até mesmo nas relações sexuais;
  • De urgência: a bexiga contrai-se de forma anormal e espontânea durante o seu enchimento. A necessidade de urinar é urgente;
  • Mista: é a combinação entre a de esforço e a de urgência.

A Fisioterapia tem uma importante atuação na prevenção e tratamento da incontinência urinária. Os recursos utilizados consistem em fortalecer os músculos do assoalho pélvico para impedir a perda involuntária da urina, promovendo uma melhor conscientização corporal.

por Romine D’Agostino
Fisioterapeuta
Studio Jovially
Pilates | Fisioterapia | Estética
(51) 3011.3131 (Whatsapp) (CLIQUE AQUI) para agendamentos
Instagram: @studiojovially
Facebook: Studio Jovially