Banco informou que existem dois contratos ativos, que já passaram da metade do prazo total, e que fabricante não informou sobre fim da produção de veículos no Brasil

O BNDES cobrou explicações à Ford na segunda-feira (11) sobre a decisão de fechar suas fábricas em Camaçari (BA), Taubaté (SP) e Horizonte (CE) , e encerrar a produção de veículos no Brasil.

(Carla Carniel/Reuters)

O BNDES informou, em nota, que a companhia possui dois contratos de financiamento que somam R$ 335 milhões e foram contratados em 2014 e 2017. Os financiamentos, disse a instituição, já passaram da metade do prazo total e estão com “pagamento em dia”.

“Eles tiveram como objetivo projetos destinados ao desenvolvimento de novos produtos da companhia no Brasil, para o fortalecimento da engenharia nacional”, acrescentou a nota.

Segundo o BNDES também estão em vigor 30 contratos de financiamento indiretos, por meio de parceiros e agentes financeiros, para a companhia, no valor total contratado de R$ 54,2 milhões.

Com as duas operações de crédito ainda ativas, o banco de desenvolvimento afirma que aguarda as respostas da Ford para avaliar os impactos da decisão sobre os contratos.